ILUSTRADOR DE ANIME RELATA O COTIDIANO TEDIOSO NO TRABALHO

Que o país mais estressado do mundo é o Japão, isso todo mundo sabe. E, no mínimo, faz ideia do por quê: excesso de trabalho, a constante cobrança por perfeição e muito rigor são os principais sintomas desse mal. Pois o país do ANIME estende também para os estúdios de animação esse estresse diário. Um animador anônimo de uma certa produtora, resolveu relatar o tedioso cotidiano do serviço no fórum japonês “Hatelabo: Anonymous Diary”. Ele declarou que irá abandonar o emprego e não trabalhará mais na indústria de animação. Ele até descreveu um dia de trabalho, confira:

Título: “Eu desisto”

09h:30 – “Quando me preparo para ir trabalhar, a urticária aparece”.

09:50 – “A luz do Sol bate em mim. Saio de casa”.

10h:00 – “Chego no trabalho. Meu “bom dia” foi ignorado”.

12h:00 – “Como silenciosamente em minha mesa. Não tenho apetite, então mastigo um biscoito de arroz. Não há conversa”.

14h:00 – “Lá fora o sol brilha, mas a empresa não está com as luzes acesas. A verificação das cores é feita nos monitores”.

18h:00 – “Enquanto a noite chega, fico um pouco febril.

20h:30 – “Estou comendo pão”.

22h:00 – “Minha concentração está no limite, mas se eu não mover minha mão, o trabalho não vai acabar”.

23h:03 – “Estou indo para casa. Francamente, todo meu interesse em anime foi para o ralo. Eu não conversei com ninguém hoje”.

09h:30 – “Repita em um loop infinito”.

Ele também disse que a promessa de salário era de 150,000 ienes (1500 dólares), mas lhe foi pago somente 70,000 (870 dólares). Aliás, essa é uma discussão que anda ocorrendo pelos trabalhadores da área: muito trabalho e pouco dinheiro.

FONTE: Crunchyroll

Anúncios